quarta-feira, 28 de outubro de 2020

O Disney+ chegará à América Latina no dia 17 de novembro de 2020

 De 11 a 17 de novembro, os canais de TV por assinatura da de The Walt Disney Company irão estrear com exclusividade conteúdos originais do novo canal do streaming 



Dias antes do lançamento do Disney+, o novo serviço de streaming por assinatura da The Walt Disney Company, os canais Fox Channel, FX, Disney Channel, Disney XD, Disney Junior e National Geographic exibirão uma seleção de episódios das séries originais do Disney+: The Mandalorian, Star Wars: A Guerra dos Clones, High School Musical: A Série: O Musical, Diário de uma Futura Presidente e A História do Imagineering; além da produção original do Disney Junior para o Disney+: Il Ristorantino de Arnoldo.


"Às vésperas da chegada do Disney+ à América Latina, as diversas audiências da televisão a cabo estão convidadas a desfrutar de uma amostra da combinação inigualável de conteúdo que o Disney+ oferecerá em breve a todos os membros da família", diz Diego Lerner, Presidente da The Walt Disney Company Latin America. "Trata-se da grande oportunidade de conhecer conteúdos que, a partir de 17 de novembro, só poderão ser acessados através do Disney+", completa Diego.


Com conteúdos para todas as audiências, enquanto aguarda o lançamento do Disney+ na região no dia 17 de novembro, o público será convidado a conhecer as seguintes produções (horários e datas de exibição no Brasil):


·         A História do Imagineering. No dia 11 de novembro, às 21h, o National Geographic exibirá o primeiro episódio da série documental que leva o espectador em uma viagem pelos bastidores do Walt Disney Imagineering, o pouco conhecido centro de design e desenvolvimento da The Walt Disney Company. Durante quase 70 anos, uma combinação única de artistas e engenheiros transformou a visão aparentemente impossível de Walt Disney em um fenômeno mundial que conquista o coração de milhões de pessoas. Esses designers são conhecidos como "Imagineers".


·         Diário de uma Futura Presidente. No dia 12 de novembro, às 21h, no Disney Channel, o público poderá assistir ao primeiro episódio da história de Elena Cañero-Reed, uma garota cubano-americana de 12 anos que, um dia, será presidente dos Estados Unidos. Mas, no momento, ela vivencia seu primeiro ano nessa selva conhecida como Fundamental 2. Nesta nova comédia familiar, Elena fala, por meio de seu diário, sobre os problemas que enfrenta na escola e que a levarão a se tornar uma líder.


·         Il Ristorantino de Arnoldo. No dia 13 de novembro, os canais Disney Junior (20h) e Disney Channel (21h), convidam a família a assistir ao primeiro episódio da produção original para o Disney+, totalmente produzida na América Latina e protagonizada por Diego Topa (Junior Express). A série tem como foco as jornadas gastronômicas de Arnoldo e Francis, dois adorados personagens que vieram de Junior Express, a série original de sucesso do Disney Junior que tem várias temporadas no canal.


·         Star Wars: A Guerra dos Clones. No dia 14 de novembro, os canais Disney XD (21h) e FX (22h) exibirão os dois primeiros episódios da última edição dessa série de animação vencedora do Emmy que retorna para sua conclusão épica no Disney+.  Star Wars: A Guerra dos Clones tem animação digital avançada com qualidade de longa-metragem, personagens clássicos, ação impressionante e a eterna batalha entre o bem e o mal. Criada por George Lucas, a série favorita dos fãs retorna para sua temporada final dirigida pelo produtor executivo/diretor supervisor Dave Filoni.


·         High School Musical: A Série: O Musical. No dia 15 de novembro, às 21h, o Disney Channel exibirá o primeiro episódio desta inovadora série que conta a história de um grupo de alunos que espera ansiosamente pela primeira produção teatral de sua instituição. A série, uma remontagem atualizada do filme clássico do Disney Channel de 2006 HIGH SCHOOL MUSICAL, incluirá muitas referências à franquia, e foi filmada com câmeras de mão para proporcionar uma sensação renovada que lembra o estilo de documentários.


·         The Mandalorian será exibida em 17 de novembro, às 22h30, no FOX Channel, apresentando à sua audiência THE MANDALORIAN e The Child, nos dois primeiros episódios da épica série live action da saga STAR WARS que venceu sete prêmios Emmy e tem Jon Favreau como showrunner e Pedro Pascal como o Mandalorian.


Depois de sua apresentação única nesses canais, as séries originais do Disney+: The Mandalorian, Star Wars: A Guerra dos Clones, High School Musical: A Série: O Musical, Diário de uma Futura Presidente e A História do Imagineering estarão disponíveis para a América Latina a partir de 17 de novembro apenas no Disney+.


SOBRE O DISNEY+

Disney+ é o serviço de streaming por assinatura paga de filmes, séries e outros conteúdos da Disney, Pixar, Marvel, Star Wars, National Geographic e mais. Como parte do segmento Direct-to-Consumer and International (DTCI) da Disney, o Disney+ estará disponível a partir do dia 17 de novembro de 2020 na América Latina para dispositivos conectados à internet e oferece ao público em geral programas sem comerciais com uma variedade de filmes, documentários, séries animadas e live action, e curtas-metragens originais. O Disney+ proporcionará acesso sem precedentes à incrível coleção de entretenimento do cinema e da televisão da Disney, e também é a plataforma de streaming para assistir com exclusividade aos últimos lançamentos do cinema da The Walt Disney Studios. Visite DisneyPlus.com para obter mais informações sobre o serviço.


 

segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Crítica: "A Verdadeira História da Gangue de Ned Kelly"

Por Graça Paes, RJ



Com direção de Justin Kurzel, Roteiro de Shaun Grant. o longa conta a história de Ned Kelly. Na Austrália do século XIX, a polícia da colônia de Victoria já sabia quem procurar quando precisava de um culpado para qualquer delito: irlandeses ou descendentes, pobres e sem instrução, nascidos na zona rural. Se a suspeita não se confirmava, o sangue quente dos buliçosos irlandeses, inimigos figadais dos ingleses, que mandavam no governo, se encarregava de torná-la realidade.




Em A Verdadeira História de Ned Kelly, o longa retrata a ascensão e a queda do rebelde australiano Ned Kelly, consagrado como o maior bush ranger da história do país. Durante a década de 1870, incentivado pelo foragido Harry Power e pela prisão de sua mãe, Kelly recrutou um montante de rebeldes para planejar uma rebelião lendária. No elenco, Russel Crowe, George MacKay, Essie Davis, Nicholas Hoult, Charlie Hunnan, entre outros.


O longa aborda a mitologia criada em torno do grande líder de uma gang, NED KELLY e coloca em cheque o passado de violência de toda uma sociedade.  Acompanhamos sua infância, adolescência, suas dificuldades e seu início na vida adulta.  O filme nos coloca contra a parede em vários momentos, e nos implanta a dúvida do que realmente é certo e o que realmente é errado. Família, luta pelos direitos que ele acreditava ter e defendia, dramas pessoais, muitos foram os fatos que o motivaram a agir da forma que o fez, mas na telona você verá retratado com maestria a história de Ned Kelly, o maior fora da lei da Austrália, ladrão de bancos e assassino de policiais. 


Edward "Ned" Kelly nasceu em Beveridge, um covil que abrigava ladrões como seu pai - degredado da Irlanda por roubar dois porcos -, avô e tios. Acabou por se tornar o maior deles. A Austrália, surgida como uma gigantesca colônia penal, até hoje louva a saga de seu mais famoso fora-da-lei. Ned Kelly virou uma lenda que deu origem a pelo menos seis filmes - o mais famoso, de 1970, tinha o roqueiro Mick Jagger no papel principal.


Ned Kelly foi enforcado em Melbourne, em 11 de novembro de 1880, apesar dos apelos de sua mãe e das 32.000 assinaturas contrárias à sua execução. Após o enforcamento, cortaram-lhe a cabeça e enterraram seu corpo no pátio da prisão. Até 2008, ninguém sabia do paradeiro de seus restos mortais, até que um grupo de arqueólogos o encontrou junto com outros 32 prisioneiros mortos por enforcamento. Em agosto de 2011, especialistas identificaram a ossada do criminoso, faltando apenas o crânio, visto pela última vez em 1929 na mesa de um investigador.


Tecnicamente, a trilha sonora é compatível com a belíssima fotografia e o roteiro bem amarrado. A montagem é bem cadenciada. E, o elenco é a cereja desse bolo. Com ressalvas para a atuação de Russel Crowe que tem uma caracterização bem diferenciada do que sempre assistimos nos longas em que ele atua. É um longa que prende sua atenção do início ao fim com fatos históricos bem narrados. 


A Agência Zapp News já assistiu é nossa nota é 9,5. 

O filme estreou dia 20 de outubro nos cinemas de São Paulo, Rio de Janeiro, São José dos Campos, Guarulhos, Santos, Barueri, Sorocaba, Ribeirão Preto, Jundiai, Campinas, Fortaleza, Salvador, Manaus, Cuiabá, Botucatu, Maringá, Londrina, Vitória, Recife, Indaiatuba e Brasília.

Estrelado por Russell Crowe ("Dois Caras Legais", "Os Miseráveis" e "Gladiador"), George MacKay ("1917" e "Capitão Fantástico"), Nicholas Hoult ("A Favorita", "Mad Max: Estrada da Fúria" e da franquia "X-Men"), Charlie Hunnam ("Rei Arthur: A Lenda da Espada" e "Magnatas do Crime"), Essie Davis (do seriado "Game of Thrones") e grande elenco, o filme foi um dos destaques na programação da 43ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e dos festivais internacionais como Toronto International Film Festival, Torino Film Festival, Glasgow Film Festival e Luxembourg City Film Festival.



quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Festival do Rio 2020 Première Brasil – inscrições abertas de 8 a 30 de setembro



Já estão abertas as inscrições para a Première Brasil, mostra integrante do Festival do Rio.

A Première Brasil é composta por mostras apenas de filmes brasileiros de curta-metragem e de longa-metragem.

As inscrições deverão ser feitas até 30 de setembro, através do site www.festivaldorio.com.br

 A Première Brasil se divide nas seguintes mostras:

• Mostra Principal Ficção
•  Mostra Principal Documentário
•  Mostra Principal Curta
•  Mostra Novos Rumos
•  Mostras Especiais

O Festival do Rio tem datas previstas de 3 a 13 de dezembro de 2020, com uma seleção de filmes brasileiros e estrangeiros, em formato híbrido online e presencial, em fase de estudo e estruturação a partir dos protocolos sanitários previstos em lei para o período.

O Festival do Rio reafirma seu compromisso com o cinema, a indústria audiovisual, com o seu público, parceiros e patrocinadores e com o Rio de Janeiro e o país, neste ano de tantas mudanças e transformações.

 

 

quinta-feira, 12 de março de 2020

Crítica do filme: “Solteira quase surtando”

Por Graça Paes, RJ



Com direção de Caco Souza, o filme “Solteira Quase Surtando” estreia na quinta-feira, dia 12 de março, nos cinemas. O longa é protagonizado pela atriz Mina Nercessian que também assina o roteiro.




“Solteira Quase Surtando” conta a história de Bia (Mina Nercessian), uma solteira convicta, plenamente realizada na vida profissional e que nunca se preocupou em encontrar um amor. Mas, tudo muda quando ela descobre que aos 35 anos seu organismo começa a desenvolver uma menopausa precoce. A partir daí, ela se aventura numa missão quase impossível: recuperar o tempo perdido e achar, em poucos meses, um parceiro para casar e ter filhos. O caminho dessa busca incessante por um par ideal lhe reserva grandes aventuras e situações para lá de embaraçosas e muito divertidas.




“Solteira Quase Surtando” é uma comédia romântica, leve, agradável, que te prende na poltrona do cinema. O tema principal é a busca desesperada de Bia por um par ideal para ter filhos, após a descoberta da possível menopausa precoce, mas em paralelo a sua história temos pequenas tramas que dão um molho incrementado a história. 



O filme também retrata relações, avó e neta, irmã e irmã, amigo e amiga, relacionamento interracial e homossexual, tabus, preconceitos, casamento em crise, entre outros, de forma bem peculiar e interessante. 




Direção, elenco, fotografia e trilha sonora perfeitamente encaixados num roteiro gostoso de acompanhar escrito pela atriz/protagonista em sua estreia nesta área. Estreia está com chave de ouro.




A Agência Zapp News já assistiu, curtiu e deu nota 10. Aliás, nós apostamos nessa história que vem de uma trilogia: “Casada quase surtando e “Divorciada quase surtando” já estamos ansiosos pelas novas aventuras de Bia e sua trupe. 



Assista o trailer e corra para os cinemas:








quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Crítica do filme: "1917"

Por Graça Paes, RJ



Dirigido, co-escrito e produzido por Sam Mendes, com 10 indicações ao Oscar 2020, o longa “1917”, estreia nos cinemas do Brasil, em 23 de janeiro de 2020.



O filme tem como pano de fundo a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) . O drama traz uma corrida contra o tempo na vida de dois soldados britânicos em um dos momentos mais cruciais e marcantes da história.  



Durante a Primeira Guerra Mundial, em abril de 1917, os alemães se afastaram de um setor da Frente Ocidental no norte da França. O general Erinmore informa aos dois jovens soldados britânicos, Blake e Schofield, que a inteligência, por meio de reconhecimento aéreo verificou que os alemães não estão em retirada, mas sim que fizeram um recuo tático para sua nova área de defesa, a linha Hindenburg, onde se prepararam para dominar os britânicos.  Com as linhas telefônicas de campo cortadas, Blake e Schofield são obrigados a entregar, em mãos, uma mensagem ao 2º Batalhão do Regimento de Devonshire, cancelando o ataque planejado, que pode custar a vida de 1.600 homens, o irmão de Blake, Joseph, encontra-se entre eles. 


O longa aborda a jornada dos dois jovens George MacKay (“Capitão Fantástico”) e Dean-Charles Chapman (“Game of Thrones”) e toda a ventura por eles enfrentada para cumprir a missão que lhes foi confiada. Além de nos levar a fortes emoções, o drama também nos remete a uma parte interessante, forte e emocionante da história mundial. 



Tecnicamente, ressaltamos o belo trabalho de Sam Mendes, assim como o trabalho do diretor de fotografia Roger Deakins, que além de impecável, ainda fez uso do recurso de longas tomadas, o que nos dá a sensação de filmagem continuada. O elenco também merece aplausos, assim como a trilha sonora e os efeitos especiais. O longa também tem um roteiro original muito bem escrito e finalizado.




1917 recebeu 10 indicações ao 92º Oscar, incluindo os de Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Original . No 77º Globo de Ouro, o filme ganhou o prêmio de Melhor Filme - Drama e Melhor Diretor. No 73º British Academy Film Awards recebeu nove indicações.


Com distribuição da Universal e DreamWorks, o longa conta ainda com participações de Mark Strong, Andrew Scott, Richard Madden, Claire Duburcq, Colin Firth e Benedict Cumberbatch.



A Agência Zapp News já assistiu e deu nota 9.5. 
Confira o trailer:












segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

SAG Awards revela os vencedores do prêmio

No domingo, dia 19 de janeiro, foram anunciados os prêmios do Sindicato dos Atores, um dos principais termômetros para o Oscar. O SAG Awards agraciou produtos do cinema e da televisão. O longa Parasita levou o prêmio de Melhor elenco, assim como as séries The Crown e A maravilhosa sra. Maisel, desbancando os favoritos das categorias que disputavam.



Vencedores do SAG Awards, prêmio do Sindicato de Atores

MELHOR ELENCO DE FILME
Parasita


MELHOR ATRIZ
Renée Zellweger – Judy - Muito além do arco-íris


MELHOR ATOR
Joaquin Phoenix – Coringa


MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Laura Dern – História de um casamento


MELHOR ATOR COADJUVANTE
Brad Pitt – Era uma vez… em Hollywood


MELHOR ELENCO DE DUBLÊS EM FILME
ingadores: Ultimato


MELHOR ELENCO DE SÉRIE DE DRAMA
The Crown


MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA
Jennifer Aniston – The morning show


MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA
Peter Dinklage – Game of thrones


MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA
Phoebe Waller-Bridge – Fleabag


MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA
Tony Shalhoub – The marvelous Mrs. Maisel


MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV
Michelle Williams – Fosse/Verdon


MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV
Sam Rockwell – Fosse/Verdon


MELHOR ELENCO DE DUBLÊS EM SÉRIE DE COMÉDIA OU DRAMA
Game of thrones




segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Oscar 2020: confira lista completa de indicados

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood divulgou na segunda-feira, dia 13 de janeiro, os indicados ao Oscar 2020, na 92ª edição do evento, que premia os melhores filmes do ano.


Coringa foi o longa com o maior número de nomeações, onze no total. A produção estrelada por Joaquin Phoenix tem na sequência o filme O Irlandês, 1917, e Era uma Vez em… Hollywood com dez indicações cada.


A cerimônia acontece no dia 9 de fevereiro em Los Angeles.


Confira abaixo os indicados:


Melhor filme
O Irlandês
Adoráveis Mulheres
Era Uma Vez em… Hollywood
Parasita
História de um Casamento
1917
Coringa
Ford vs Ferrari
Jojo Rabbit


Diretor
Bong Joon-Ho, por Parasita
Martin Scorsese, por O Irlandês
Sam Mendes, por 1917
Todd Phillips, por Coringa
Quentin Tarantino, por Era Uma Vez em… Hollywood


Melhor ator
Antonio Banderas, por Dor e Glória
Leonardo DiCaprio, por Era Uma Vez em… Hollywood
Adam Driver, por História de um Casamento
Joaquin Phoenix, por Coringa
Jonathan Pryce, por Dois Papas


Melhor atriz
Saoirse Ronan, por Adoráveis Mulheres
Charlize Theron, por O Escândalo
Scarlett Johansson, por História de um Casamento
Renée Zellweger, por Judy – Muito além do Arco-Íris
Cynthia Erivo, por Harriet


Melhor ator coadjuvante
Brad Pitt, por Era Uma Vez em… Hollywood
Joe Pesci, por O Irlandês
Al Pacino, por O Irlandês
Anthony Hopkins, por Dois Papas
Tom Hanks, por Um Lindo Dia na Vizinhança


Melhor atriz coadjuvante
Kathy Bates, por O Caso Richard Jewell
Laura Dern, por História de um Casamento
Scarlett Johansson, por Jojo Rabbit
Florence Pugh, por Adoráveis Mulheres
Margot Robbie, por O Escândalo


Roteiro adaptado
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Adoráveis Mulheres
Dois Papas


Roteiro original
Entre Facas e Segredos
História de um Casamento
1917
Era Uma Vez em… Hollywood
Parasita


Melhor filme internacional
Corpus Christi (Polônia)
Honeyland (Macedônia do Norte)
Os Miseráveis (França)
Dor e Glória (Espanha)
Parasita (Coreia do Sul)


Animação
Como Treinar o Seu Dragão 3
Perdi Meu Corpo
Klaus
Link Perdido
Toy Story 4


Fotografia
1917
O Irlandês
O Farol
Coringa
Era Uma Vez em… Hollywood


Figurino
O Irlandês
Jojo Rabbit
Adoráveis Mulheres
Era Uma Vez em… Hollywood
Coringa


Trilha sonora original
Coringa
Adoráveis Mulheres
História de Um Casamento
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker


Efeitos Visuais
Vingadores: Ultimato
O Irlandês
O Rei Leão
1917
Star Wars: A Ascensão Skywalker


Documentário
Indústria Americana
The Cave
Democracia em Vertigem
Honeyland
For Sama


Montagem
Ford vs Ferrari
O Irlandês
Jojo Rabbit
Coringa
Parasita


Canção Original
I Can’t Let You Throw Yourself Away, por Toy Story 4
(I’m Gonna) Love Me Again, por Rocketman
Into The Unknown, por Frozen 2
I’m Standing With You, por Superação – O Milagre da Fé
Stand Up, por Harriet


Direção de arte
1917
O Irlandês
Jojo Rabbit
Parasita
Era Uma Vez em… Hollywood


Mixagem de Som
Ad Astra
Ford Vs Ferrari
Coringa
1917
Era Uma Vez em… Hollywood


Edição de som
1917
Coringa
Star Wars: A Ascensão Skywalker
Era Uma Vez em… Hollywood
Ford Vs Ferrari


Maquiagem e Penteado
Malévola: Dona do Mal
1917
O Escândalo
Coringa
Judy: Muito Além do Arco-Íris


Curta-metragem
Brotherhood
Nefta Footbal Club
The Neighbors’ Window
Saria
A Sister


Animação em curta-metragem
Dcera (Daughter)
Hair Love
Kitbull
Memorable
Sister


Documentário de curta-metragem
In the Absence
Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)
Lifeovertakesme
St. Louis Superman
Walk Run Cha-Cha


terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Confira a lista de indicados ao Bafta 2020

Por Graça Paes, RJ

















Melhor Filme:
1917
The Irishman
Joker
Once Upon a Time in Hollywood
Parasite


Melhor Diretor:
Sam Mendes (1917)
Todd Philips (Joker)
Martin Scorsece (The Irishman)
Quentin Tarantino (Once Upon a Time in Hollywood)
Bong Joon-ho (Parasite)


Melhor Ator:
Leonardo DiCaprio (Once Upon a Time in Hollywood)
Adam Driver (Marriage Story)
Taron Egerton (Rocketman)
Joaquin Phoenix (Joker)
Jonathan Pryce (The Two Popes)


Melhor Atriz:
Scarlett Johansson (Marriage Story)
Charlize Theron (Bombshell)
Renée Zellweger (Judy)
Saoirse Ronan (Little Women)
Jessie Buckley (Wild Rose)


Melhor Ator Coadjuvante:
Tom Hanks (A Beautiful Day in the Neighborhood)
Anthony Hopkins (The Two Popes)
AL Pacino (The Irishman)
Joe Pesci (The Irishman)
Brad Pitt (Once Upon a Time in Hollywood)


Melhor Atriz Coadjuvante:
Laura Dern (Marriage Story)
Scarlett Johansson (Jojo Rabbit)
Florence Pugh (Little Women)
Margot Robbie (Bombshell)
Margot Robbie (Once Upon a Time in Hollywood)


Melhor Roteiro Original:
Booksmart
Knives Out
Marriage Story
Once Upon a Time in Hollywood
Parasite


Melhor Roteiro Adaptado:
Joker
The Irishman
Jojo Rabbit
Little Women
The Two Popes


Melhor Trilha Sonora:
Joker
1917
Jojo Rabbit
Little Women
Stars Wars: The Rise of Skywalker


Melhor Som:
1917
Joker
Ford v Ferrari
Rocketman
Star Wars: The Rise of Skywalker


Melhor Fotografia:
1917
The Irishman
Joker
Ford v Ferrari
The Lighthouse


Melhor Edição:
The Irishman
Jojo Rabbit
Joker
Ford v Ferrari
Once Upon a Time in Hollywood


Melhor Elenco:
Once Upon a Time in Hollywood
Marriage Story
Joker
The Two Popes
The Personal History of David Copperfield


Melhor Design de Produção:
1917
The Irishman
Jojo Rabbit
Joker
Once Upon a Time in Hollywood


Melhor Figurino:
The Irishman
Jojo Rabbit
Judy
Little Women
Once Upon a Time in Hollywood


Melhor Cabelo e Maquiagem:
Bombshell
1917
Joker
Judy
Rocketman


Melhores Efeitos Visuais:
Star Wars: The Rise of Skywalker
Avengers: Endgame
The Lion King
The Irishman


Melhor Animação:
Frozen 2
Toy Story 4
Klaus
A Shaun the Sheep Movie: Farmageddon


Melhor Filme Estrangeiro:
Parasite
The Farewell
Pain and Glory
Portrait of a Lady on Fire
For Sama


Melhor Documentário:
American Factory
Apollo 11
Diego Maradona
For Sama
The Great Hack